Estátua

dos reis

Masrroma- Estátua dos reis.png

Geraldo Godo e Miguel Fredo, os reis fundadores de Masrroma, foram eternizados através de uma grande estátua que representa o momento da batalha dos três dias, onde os dois acabaram se matando. Muitos enxergam uma belíssima poesia nesta estátua, onde os dois reis guerreiros que se amavam e se mataram, posam segurando uma única, grande e visceral espada. É propagado aos forasteiros que só existe uma única espada na estátua para representar que os reis se tornaram um só devido ao grande amor que sentiam um pelo outro. Seria muito bonito se fosse verdade, mas devido a um erro de proporção que os escultores cometeram, não haveria espaço para inserir outra espada e tiveram que fazer uma adaptação na mão de Miguel. 

A estátua dos reis foi construída no alto de uma colina para ser avistada de longe pelos cidadãos da cidade para que nunca esqueçam de amarem uns aos outros, assim como feito por Geraldo e Miguel. Essa, obviamente, é a frase decorada para atrair turistas, que devem pagar uma pequena bagatela para visitarem a estátua. Moradores de Masrroma afiliados a prefeitura pagam meia.

Não existem registros sobre os escultores que construíram a estátua dos reis. A única informação que existe nos livros de história de Masrroma é que foi Antônio Francisco, o primeiro prefeito, quem projetou e ordenou a construção do monumento.

Seta-esquerda.png

© 2020 Alexandre Otranto Esquitini.

  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Behance - White Circle
  • Spotify - Círculo Branco

ps: faço café