Otaku no Ie 2020

Atualizado: Nov 23

Este ano, 2020, foi um ano muito difícil para todos no mundo inteiro. Por conta da chegada inesperada da pandemia do COVID-19 para nós, pessoas comuns, mas muito alertada pelos cientistas e infectologistas, muitas mudanças foram forçadas a acontecer. Mudanças causadas por perdas, pelo susto, pela falta de experiência, pelo medo, pela ansiedade. A normalidade passou a ser muito mais digitalizada do que antes e muitas pessoas não estavam preparadas para a migração total. Eventos pequenos focados em arte não tiverem condições de se adaptar ao sistema cibernético e foram canceladas e alguns maiores não entenderam muito o novo método de se organizar e acabaram sendo fiascos completos, infelizmente, mas não por culpa deles.


Por estar muito mais recluso, devido ao isolamento social e a diminuição dos trabalhos do dia a dia, acabei por entrar de cabeça em vários projetos pessoais e finalmente consegui lançar meu primeiro livro ilustrado, Masrroma Uma Cidade Estranhordinária. Foi uma batalha fazê-lo acontecer e eu não teria sucesso se não fossem pelos parceiros que ajudaram na divulgação. Um deles, foi a Otaku no Ie de Campinas, que conseguiu migrar o evento físico para o digital e me cederam espaço para que eu pudesse falar sobre o lançamento, o qual marca também, a primeira vez que participo de uma entrevista… e de uma live! Como eu disse, várias mudanças em 2020.


Link para quem quiser conferir como foi: aqui



Pouco depois do lançamento da campanha, em 12 de agosto, fui convidado também para participar do quadro Conversa Ilustrada, onde tive a oportunidade de falar sobre o livro novamente, rumo ao sucesso!


Link para quem quiser conferir como foi: aqui



Por fim, para fechar com chave de ouro, recebi o convite para participar da exposição de 15 anos da Otaku no Ie, desenhando o personagem mascote ao meu estilo. Antes de falar Sobre o desenho em si, preciso registrar que fiquei muito surpreso quando caiu a ficha de que 15 anos se passaram. Fiquei muito honrado em receber este convite pois eu era um frequentador ávido dos eventos da Otaku no Ie, da Otaku no Nipo, das excursões para São Paulo e tudo mais. Comecei a relembrar dos encontros e de como eram divertidas as batalhas campais, os Mupys infinitos, os shows de bandas como a Megadriver e Kira Justice e o dinheiro contado que eu economizava para comprar figuras de ação e gashapons. Inclusive, meus preferidos eu ainda tenho até hoje e segue abaixo um registro do Mario com mais de 40 cm e a coleção de Final Fantasy VII da Play Arts que, mesmo depois de 15 anos, ainda brilham os meus olhos.



Deixo abaixo um vídeo enviado para a live de 15 anos que não pude participar ao vivo:



Em relação ao desenho, optei por seguir um estilo divertido e de certa forma carinhoso, pois assim como minhas memórias, o personagem, a meu ver, só me traz bons sentimentos!




Link para a página da exposição: aqui




© 2020 Alexandre Otranto Esquitini. Todos os direitos reservados. Tecnologia Wix.com

Esquitini---Logo-Escuro.png
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Spotify - Círculo Branco
Logo-2018---TESTE.png